Qual o melhor protetor solar para seu tipo de pele

Atualizado: 18/01/2017

Muitas pessoas acreditam que um protetor solar já seria suficiente para dar-lhes toda a proteção que precisam contra a radiação solar, porém, isso é um tanto relativo.

O sol emite diferentes tipos de ondas de radiação de diferentes comprimentos. Cada um destes comprimentos de onda determina os efeitos da radiação para a saúde humana.

Existem 4 tipos principais de radiação solar que atingem a superfície da Terra. Destes, dois podem ser prejudiciais para a nossa saúde:

– Ultravioleta B (UVB) – Luz quase imperceptível, responsável pelas queimaduras do sol, bronzeamento, as manchas escuras e a maioria dos tipos de câncer de pele. Esta radiação é mais intensa em torno do meio-dia, no verão e nos trópicos.

qual o melhor protetor solar– Ultravioleta A (UVA) – Representa 95% da luz que chega à Terra e é responsável pelo envelhecimento cutâneo, bronzeamento, manchas escuras e alguns tipos de câncer de pele. Em comparação com a radiação UVB varia pouco ao longo do ano, o dia e a região.

É muito importante prestar atenção ao fato de que as nuvens não conseguem bloquear a maior parte das radiações UV, apesar da diminuição da luz e o calor nos dias chuvosos.

Agora que sabemos por que as radiações ultravioleta A e B são as mais prejudiciais para a nossa saúde e quais são os momentos em que estamos mais expostos a cada uma delas, vamos entender um pouco mais sobre os protetores solares oferecidos pela indústria farmacêutica.

Que significa FPS

Como você já deve saber, todo protetor solar têm a sigla FPS na embalagem, que significa “fator de proteção solar”.

Este fator deveria ajudar a padronizar todos os diferentes produtos, tornando a vida mais fácil para os consumidores, mas na prática não é bem isso que acontece.

O FPS é baseado nas queimaduras provocadas pelo sol, ou seja, somente refere-se à proteção oferecida contra as radiações UVB, mas não as UVA. Na realidade, determina principalmente o tempo máximo de exposição sem que a pele fique avermelhada (primeiro sinal de queimadura solar).

Por exemplo, suponhamos que se faça alguns testes com duas pessoas: uma branca que, sem usar qualquer produto, fica toda vermelha após 10 minutos de exposição ao sol, e outra de pele um pouco mais escura que demora 20 minutos para ficar na mesma situação.

Bem, se elas aplicassem um produto com FPS 30, teoricamente, a pessoa branca poderia demorar 300 minutos (30 x 10) e a outra 600 minutos (30 x 20) até começarem a ficar vermelhas.

Por outro lado, cada FPS tem um percentual diferente de proteção contra os raios UVB.

O FPS 30, por exemplo, protege dos raios UVB aproximadamente 96% e o FPS 50, 98%. Portanto, apesar de encontrar-se dentro do tempo explicado acima, nunca protegerá totalmente, nem que se aumente ainda mais o fator protetor.

Qual FPS é mais adequado para cada fototipo

Como vimos anteriormente, é bastante difícil saber o tempo exato de proteção solar que cada FPS oferece.

Pensando nisso, compartilhamos uma tabela com as informações sobre o FPS que deveria usar dependendo do seu fototipo:

– Fototipo I

Tom da pele: muito clara ou albina, sardas.

Cor dos olhos: azuis.

Cor do cabelo: loiro ou ruivo.

Queimaduras solares: sempre.

Bronzeamento: nunca, descamação sempre.

Fotoproteção recomendada: ultra proteção, FPS 50 ou superior.

– Fototipo II

Tom da pele: clara.

Cor dos olhos: azuis, verdes ou castanho claros.

Cor do cabelo: loiro.

Queimaduras solares: habituais.

Bronzeamento: leve, descamação.

Fotoproteção recomendada: máxima proteção, FPS 40 a 50.

– Fototipo III

Tom da pele: clara ou morena clara.

Cor dos olhos: claros ou castanhos.

Cor do cabelo: castanho ou castanho claro.

Queimaduras solares: moderadas.

Bronzeamento: progressivo.

Fotoproteção recomendada: alta proteção, FPS 30 a 40.

– Fototipo IV

Tom da pele: morena clara.

Cor do cabelo: castanho escuro.

Cor dos olhos: escuros.

Queimaduras solares: mínimas.

Bronzeamento: moderado.

Fotoproteção recomendada: proteção média-alta, FPS 20 a 30.

– Fototipo V

Tom da pele: morena escura.

Cor do cabelo: castanho muito escuro.

Cor dos olhos: escuros.

Queimaduras solares: raras.

Bronzeamento: marrom intenso.

Fotoproteção recomendada: proteção média, FPS 15 a 25.

– Fototipo VI

Tom da pele: muito pigmentada, afrodescendentes.

Cor do cabelo: preta.

Cor dos olhos: escuros.

Queimaduras solares: nunca.

Bronzeamento: escuro intenso.

Fotoproteção recomendada: proteção média-baixa, FPS 15 ou inferior.

Qual o melhor protetor solar, químico ou físico?

Para escolher o melhor protetor solar precisamos ter uma ideia da sua composição.

A primeira coisa que deve ficar clara é que ambos tipos de protetor são eficazes quando se trata de nos proteger da radiação solar. No entanto, cada um deles tem algumas peculiaridades que podem fazer com que um se adapte melhor do que outro às características da pele.

Todos os filtros solares contêm ingredientes ativos que podem ser divididos pela sua composição e características em químicos (que neutralizam as substâncias que absorvem a radiação UV) e físicos (substâncias que formam uma barreira mecânica que não permite que a radiação penetre dentro das células epiteliais).

No Brasil tem muitos produtos comerciais das mais diversas marcas com combinações de filtros químicos e físicos. Mesmo assim, estes últimos são os mais importantes para quem queira proteger-se não somente da radiação UVB, mas também da UVA.

Principais diferenças entre os filtros químicos e físicos

– Filtros químicos

Todos os protetores químicos contêm compostos sintéticos que atuam quando são absorvidos pela pele.

Além do modo de funcionamento, outra diferença destes produtos perante os físicos é que podem agir nas camadas mais profundas da pele.

Vantagens: é um tipo de produto com muita capacidade de penetração.

Desvantagens: já foram feitos alguns testes que mostraram que este tipo de produto pode causar irritações ou alergias. Por isso não é muito recomendado para as peles sensíveis. Por outro lado, existe a possibilidade de desenvolvimento de radicais livres.

melhor protetor solar– Filtros físicos

Este outro tipo de protetor solar tem compostos que formam uma barreira que reflete a luz solar, de forma que não consiga penetrar na nossa pele.

São mais densos que os protetores químicos e costumam deixar a pele esbranquiçada.

– Vantagens: menos chance de alergias ou irritações; por isso estes protetores se adaptam a todos os tipos de pele.

– Desvantagens: produtos muito densos, um pouco pesados para as peles oleosas, pois não são completamente absorvidos.

Qual tipo de filtro é mais conveniente para a minha pele?

Como acabamos de ver, cada protetor solar tem suas vantagens e desvantagens, mas, veja bem, se o que você procura é uma proteção total e eficaz, isto é o que muitos especialistas dizem: o ideal é combinar ambos tipos de filtros.

Pela lógica, podemos ver que isto assegura uma proteção completa: em primeiro lugar à nível de absorção, protegendo as camadas mais profundas com o filtro químico e, posteriormente, criando uma barreira que refletirá os raios solares ao aplicar o físico.

Conselhos finais

Para finalizar, gostaríamos de salientar que o protetor solar deve ser aplicado generosamente não somente no rosto, mas em todas as áreas expostas do corpo.

Além demais, é essencial reaplicá-lo a cada algumas horas ou sempre que a pele ficar úmida.

Sempre que possível fique na sombra e use um chapéu ou boné, mesmo nas horas de sol menos intenso.

Por último, lembre-se de não se expor ao sol nos horários mais perigosos, pois as radiações UV são as responsáveis pela maior parte dos casos de câncer cutâneo.

Escolha corretamente o protetor solar, levando em conta o seu fototipo e tempo de exposição, e conseguirá um bonito e duradouro bronzeado com total segurança.

Bem, isto foi tudo por hoje. Esperamos que estas informações sobre qual o melhor protetor solar tenham sido de bastante utilidade para cuidar da sua saúde.

Gostou deste artigo? Ajude-nos a divulgá-lo:
Share on FacebookTweet about this on TwitterShare on Google+Pin on Pinterest

Deixe aqui a sua pergunta ou comentário:

ATENÇÃO: antes de enviar a sua pergunta, leia atentamente nossa Política de Comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *