Cremes e pomadas para vitiligo

Hoje trataremos sobre os cremes ou pomadas para vitiligo mais recomendados e utilizados pelos especialistas.

Como a medicina convencional ainda não encontrou uma cura para o vitiligo, os tratamentos médicos contemporâneos se concentram principalmente em dois objetivos: tentar conter o aparecimento de novas manchas e voltar a pigmentar as áreas da pele que já foram afetadas pela doença.




Normalmente, estes dois tipos de tratamento para o vitiligo são de longa duração e, a escolha de um ou outro, dependerá de vários fatores a serem considerados pelo médico, tais como o número de manchas, a sua dimensão e o seu formato, entre outros.

pomadas para vitiligoDevemos notar a este respeito que alguns pacientes reagem melhor a um determinado tipo de tratamento, de modo que este é certamente outro fator determinante.

Os tratamentos mais utilizados pelos médicos são: a administração de medicamentos de aplicação tópica (pomadas ou cremes), a fototerapia, a cirurgia e algumas terapias complementares, que podem ser utilizadas em conjunto com as anteriores.

Hoje compartilhamos com você informações sobre os tratamentos tópicos mais utilizados, mas lembre-se que isto pode ser usado apenas como orientação, pois a prescrição deverá ser sempre feita por um profissional após um exame minucioso do caso.




Conheça as pomadas para vitiligo mais utilizadas

Frequentemente, o tratamento com pomadas é acompanhado de fototerapia ou banhos de sol, algo que pode ajudar muito a melhorar a sua eficácia em alguns pacientes.

Os dois tratamentos tópicos mais usados são os cremes ou pomadas a base de corticosteroides e os que contêm quelina.

– O tratamento com corticosteroides tópicos

O objetivo deste tipo de tratamento é a pigmentação das manchas brancas causadas pela doença. Geralmente proporciona melhores resultados nas lesões mais recentes.

Cremes com corticosteroides funcionam muito melhor no vitiligo localizado, ou seja, quando as manchas não ocupam grandes áreas da pele.

Também é possível administrar corticosteroides por via oral para o tratamento de vitiligo, inclusive com resultados até melhores.

No entanto, a maioria dos médicos não recomenda o seu uso por causa dos seus efeitos colaterais graves.

Além disso, a utilização tópica destes fármacos permite o controle por parte dos pacientes, que podem suspender imediatamente a sua utilização, em caso de apresentarem efeitos colaterais indesejáveis.

Muitos médicos deixam a administração oral somente para os casos mais graves, embora seja possível escolher outras alternativas sem tantos efeitos colaterais.




É importante salientar que a utilização de tais cremes não é recomendada nas áreas mais sensíveis da pele.

Alguns especialistas combinam o uso destes cremes com a aplicação de radiação UVA, como uma forma de complementar o tratamento e melhorar sua eficácia.

– O tratamento com quelina

A quelina é uma substância extraída da planta Ammi visnaga e tem propriedades muito semelhantes a alguns químicos como os psoralenos, mas sem os efeitos colaterais destes, tais como as reações agressivas que sofrem na presença da radiação solar.

Quando se combina a sua utilização com o uso da radiação UVA, a quelina é ativada, provocando a pigmentação das lesões do vitiligo.

Este tipo de tratamento leva o nome de KUVA.

Assim como no caso anterior, a quelina também pode ser administrada por via oral, mas produz muitos efeitos colaterais, tais como hipertensão, tonturas, náuseas, dor de cabeça, perda de apetite e problemas no fígado, pelo que praticamente não se utiliza desta forma.

O tratamento tópico é realizado através da aplicação de uma pequena quantidade de creme diretamente sobre as lesões.

Depois, é necessário aguardar uns 30 minutos, após os quais o paciente é exposto à luz solar durante 15 minutos.

O ideal é realizar o procedimento uma vez ao dia.

Também é possível utilizar a pomada de quelina em combinação com a fototerapia com radiação UVB, no entanto, isto deve ser avaliado e recomendado pelo especialista.



Esperamos que estas informações sobre os cremes e pomadas para vitiligo lhe sejam de bastante utilidade.

Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0
2 Comentários

Deixe o seu comentário

ATENÇÃO: antes de enviar a sua pergunta ou comentário, leia atentamente nossa Política de Comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *