O que é bom para tontura

Atualizado: 29/05/2017

Neste artigo você encontrará dicas e tratamentos sobre o que é bom para tontura e como aliviar esses sintomas, o que lhe proporcionará uma melhor qualidade de vida.

As tonturas se caracterizam por produzir uma sensação de instabilidade que pode ter sua origem em problemas físicos ou psicológicos. Os mesmos poderão ser determinados analisando a sintomatologia complementar e mediante provas clínicas pontuais.

Em outras ocasiões as tonturas obedecem a um estado de fadiga transitória originada por um sobre esforço ou trabalho extenuante prolongado e necessitam de um tempo de repouso absoluto.

Causas da tontura

o que é bom para tontura– Fadiga

A fadiga física algumas vezes se manifesta em tonturas.

Na maioria das vezes está relacionada à realização de uma atividade demasiadamente pesada para a pessoa.

Entre as mesmas podemos mencionar: levantar objetos muito pesados ou correr durante um tempo superior ao permitido pelas limitações físicas de cada pessoa.

– Cansaço mental

O cansaço ou fadiga mental, por menor que seja, também pode provocar tonturas. Isto geralmente acontece quando se exercita a mente durante muito tempo sem descanso, como por exemplo ao estudar para um exame durante horas.

Estes tipos de tontura podem se manifestar durante ou depois de finalizada uma atividade.

Assim que a mesma é finalizada, o organismo retorna ao seu estado normal de repouso e os sintomas do sobre-esforço deixam de manifestar-se.

– Alguns medicamentos

O consumo de certos medicamentos farmacêuticos também pode provocar tonturas. Nestes casos, deve se identificar a substância para trocar o tratamento com prévia consulta ao médico.

– Problemas cardiovasculares

Os transtornos relacionados à pressão sanguínea também são causas recorrentes das tonturas. Tanto a pressão alta como a pressão baixa podem produzir estas sensações geradas quando a frequência cardíaca se desequilibra.

Outros problemas cardiovasculares como as arritmias incluem as tonturas no seu quadro sintomático habitual, agravando ainda mais o estado de alteração geral que sofrem estes pacientes.

– Problemas do ouvido

Alguns transtornos relacionados ao ouvido também produzem um tipo de tontura muito característica, que se conhece como vertigem. Isto se deve à obstrução dos condutos do ouvido que regulam o equilíbrio, produzindo um desequilíbrio do movimento.

As pessoas que sofrem de vertigem percebem que tudo se move ao seu redor, de forma similar ao que acontece nos casos de embriaguez.

No entanto, estas sensações se minimizam em espaços abertos ou bem iluminados. Uma forma de aliviar este incômodo sintoma é abrir as janelas ou ligar as luzes.

A vertigem de postura é um tipo deste transtorno que afeta as pessoas com má formação de coluna (especialmente na dorsal), algo que impede o fluxo sanguíneo da cabeça ao resto do corpo e vice-versa.

– Mudança repentina do nível de glicose

O aumento ou a diminuição do nível de açúcar no sangue é outra causa recorrente das tonturas mais convencionais.

Isto acontece especialmente nos diabéticos, que se encontram submetidos a constantes e bruscas mudanças nos níveis de glicose quando não tomam a sua medicação.

– Transtornos emocionais

Transtornos psicológicos como a ansiedade ou os ataques de pânico podem produzir tonturas devido ao estado de nervosismo generalizado que acontece quando a pessoa está em um alto grau de estresse.

– Desidratação

Enfermidades que predisponham a desidratação como gastroenterite, diarreias, etc., também podem provocar tonturas como consequência do desequilíbrio eletrolítico.

– Hemorragias internas

Este tipo de hemorragia costuma produzir tontura em suas etapas iniciais da perda do fluxo sanguíneo. É bom salientar que podem apresentar convulsões ao não receber assistência imediata.

O que é bom para tontura – 5 remédios caseiros

A seguir relacionamos 5 dicas e remédios caseiros que podem lhe ajudar a aliviar ou até acabar com este mal-estar.

1. Comer chocolate

Os doces, principalmente os chocolates, são ideais quando temos uma tontura, pois nos ajudam a recuperar os níveis de açúcar do organismo.

Porém, lembre-se que não deve ser consumido em excesso.

2. Suco de maçã

As propriedades da maçã são muitas, entre elas está o poder de ajudar a eliminar uma tontura repentina.

É necessário tomar 100 ml do suco de maçã e depois se deitar. Se durante o dia sentir tontura, siga tomando o suco até que já não sinta o mal-estar.

3. Menta com açúcar

Quando começamos a sentir tontura, podemos cortar algumas folhas de menta e misturá-las com açúcar.

Uma vez que estão misturadas, é só comer e a tontura deve acabar em um lapso de uns 5 minutos.

4. Gengibre

É utilizado principalmente nas tonturas produzidas em viagens. Em muitas culturas o gengibre é utilizado como remédio caseiro para várias condições de saúde.

Tome uma xícara do chá por dia, utilizando folhas secas ou pedaços da raiz para a preparação.

5. Frio e calor

Se as tonturas são produzidas nas cervicais, é bom realizar tratamentos de frio e calor na região.

Coloque uma bolsa de gelo durante 3 ou 4 minutos e em seguida aplique uma bolsa de água quente.

Recomendações finais para o tratamento das tonturas:

1. Evite movimentos bruscos de posição ou de postura. Isto é fundamental para as pessoas que sofrem de vertigem, pois o ouvido interno destas pessoas não funciona adequadamente e deve adaptar-se progressivamente as trocas de postura para que não se desequilibrem.

2. Nas tonturas mais fortes, em que a pessoa possa chegar a ter um desmaio, é de vital importância que se sente ou deite antes de perder a consciência. Isto é independente de onde estiver, pois poderia cair e até mesmo bater a cabeça ou se lesionar.

Se a pessoa ainda estiver consciente, uma outra dica é levantar as pernas para cima e respirar pausadamente, esse método pode ajudar até chegarem os serviços médicos.

3. Saboreie uma bala. Este pode ser um remédio eficaz ante uma inesperada baixa nos níveis de açúcar.

Esperamos que tenha gostado destas informações sobre o que é bom para tontura e que os remédios caseiros recomendados lhe sejam de bastante utilidade.

Gostou deste artigo? Ajude-nos a divulgá-lo:
Loading...
22 Comentários

Deixe aqui a sua pergunta ou comentário:

Antes de enviar uma pergunta, leia nossas Regras Para Comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *