Como ficar com a barriga tanquinho

Ficar com aquele abdômen definido que você sempre sonhou pode ser mais fácil do que você imagina.

Não há nenhum milagre para você ficar com a barriga tanquinho/sarada; você precisa apenas conhecer alguns segredos básicos.




Ao contrário do que muitos pensam, passar horas concentrando seus esforços apenas em abdominais não vai acabar com o pneuzinho indesejado.

Mas tomar alguns cuidados no seu dia-a-dia pode ajudar na conquista de um abdômen chapado e durinho.

Existe uma série de fatores que contribui para a tão sonhada barriga tanquinho e as pessoas sequer imaginam que possa interferir nessa batalha.

Como ficar com a barriga tanquinhoPortanto, prepare-se para conhecer os segredos que vão deixar você com um abdômen invejável!

Como ficar com a barriga tanquinho – 6 Segredos

1. Não comer e beber ao mesmo tempo

O consumo de qualquer líquido durante a refeição provoca a dilatação do abdômen, ocasionando um leve aumento de peso e aquela barriguinha indesejada.

Dica: o ideal é você beber uma hora antes ou depois de comer. Outra dica é, ao invés de beber um copo de suco, comer uma fruta, como um pedaço de melancia ou de laranja, após a refeição.




2. Boa postura

Um dos principais fatores que auxiliam no aparecimento do pneuzinho é a má postura. Bumbum relaxado, quadril e ombros curvados para frente deixam a barriga frouxa.

Dica: preste atenção na postura e no posicionamento da coluna. Fique atento(a) para manter sempre o peito estufado e o abdômen contraído.

3. Membros inferiores

Ficar muito tempo sentado acaba sendo outro vilão para quem busca ficar com a barriga tanquinho. Como essa posição não trabalha a parte inferior do corpo, deixa também o abdômen relaxado.

Dica: levante de uma em uma hora para movimentar as pernas e, sempre que possível, mantenha o abdômen contraído.

4. Problemas de estrutura óssea

Alguns fatores, como desvios de coluna, quadril largo e ombros pequenos, e até problemas hereditários também podem propiciar o aparecimento da barriguinha extra.

Dica: nesses casos, deve ser feito um tratamento com um especialista que fará as indicações adequadas. Fisioterapia e RPG, em geral, solucionam o problema.




 5. Abdominais

Não adianta perder um tempão suando a camisa e fazendo centenas de abdominais que, só com esse exercício, você não conseguirá o tão sonhado tanquinho.

Dica: o segredo é você mesclar atividades aeróbias, que facilitam a perda de gordura, com os abdominais, que fortalecem os músculos.

Quando a meta é um abdômen definido, os exercícios feitos em pé, como a caminhada e a corrida (ao ar livre ou na esteira), têm um efeito melhor do que as atividades feitas sentado(a).

6. Tempo de atividade

Fazer exercícios físicos todos os dias por um período muito longo não vai trazer os resultados esperados mais rapidamente.

Dica: se for praticar as atividades diariamente, exercite-se durante 20 minutos.

Mas cuidado com as aulas de abdominais. O abdominal precisa ser intercalado, ou seja, pratique um dia e descanse outro.

Nesse ritmo, o resultado estético deve aparecer no seu terceiro mês de atividades.

Fonte principal: professora de Educação Física Sâmara Queiroz



Esperamos que estas informações sobre como ficar com a barriga tanquinho lhe sejam de utilidade.

Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0
67 Comentários