Os benefícios do chocolate

O chocolate é uma delícia, mas você sabia que uma das suas versões pode oferecer vários benefícios para a sua saúde?

Isto se deve ao cacau, boa fonte de minerais (cromo, ferro, magnésio, fósforo e potássio), gorduras boas (poli-insaturadas), fibras, cafeína e flavonoides (poderosos antioxidantes).




Mas, não se engane, pois somente as versões com bastante cacau em pó e pouco açúcar podem oferecer esses benefícios.

Conheça a continuação os tipos de chocolate mais conhecidos:

– Chocolate ao leite: tem na sua composição pelo menos 25% de cacau em pó, além de leite (que faz com que tenha colesterol e gordura saturada), açúcar e em alguns casos, até gorduras hidrogenadas.

Benefícios do chocolate– Chocolate branco: não tem cacau, pois é feito com a manteiga do cacau e açúcar. Além demais pode conter gorduras hidrogenadas.

– Chocolate meio amargo: tem pelo menos 40% de cacau em pó e possui menos leite e açúcar. Tem alguns benefícios, mas são diminuídos pela presença das gorduras do leite e do açúcar (o dobro do amargo).

 – Chocolate amargo: tem pelo menos 70% de cacau em pó, não possui leite e tem muito pouco açúcar. Consumido em quantidades moderadas (30 gramas/dia) pode proporcionar benefícios à saúde.




Principais benefícios do chocolate amargo

É importante salientar que os benefícios relacionados a continuação ocorrem quando o chocolate é inserido em uma dieta balanceada.

– Proteção do sistema cardiovascular

O flavonoide epicatequina é um poderoso antioxidante que estimula o aumento do HDL (bom colesterol) e a diminuição do LDL (colesterol ruim).

Além disso, os flavonoides ajudam a melhorar a circulação, dilatando as artérias, reduzindo a pressão arterial e diminuindo a obstrução dos vasos sanguíneos.

Segundo estudos, o consumo de chocolate amargo ajuda na prevenção de infarto e reduz os riscos de problemas cardiovasculares.

Pesquisadores demonstraram que as catequinas e procianidinas, antioxidantes contidos no chocolate amargo, inibem uma enzima do nosso organismo conhecida por subir a pressão arterial.




Uma pesquisa realizada na Suécia demonstrou que pessoas que já sofreram ataques cardíacos, comendo chocolate amargo duas vezes por semana, podem reduzir o risco de morte por problemas cardiovasculares em até 66%.

– Proteção do cérebro

Os flavonoides contidos no chocolate diminuem o excesso de oxidação no cérebro e podem prevenir doenças degenerativas, como o Mal de Alzheimer.

Estudos comprovaram que o consumo moderado de chocolate amargo ajuda a reduzir os riscos de sofrer AVC.

Pesquisadores da Universidade John Hopkins descobriram que a epicatequina do chocolate amargo pode reduzir os danos cerebrais provocados por um AVC.

– Diminuição dos riscos de câncer

Os flavonoides do chocolate amargo podem impedir parcialmente a oxidação do DNA, que aumenta os riscos de câncer.

Pesquisadores da Universidade de Georgetown descobriram que as procianidinas contidas no chocolate amargo, podem proteger as células intestinais de degenerações próprias de tumores.

– Sensação de bem estar

O chocolate amargo contém triptofano, um aminoácido precursor da serotonina, hormônio responsável pelo prazer.

Além disso, cientistas afirmam que o chocolate aumenta a produção de endorfina e dopamina, responsáveis pelo relaxamento e a redução da ansiedade.

– Proteção da pele

Os flavonoides do chocolate amargo podem proteger contra as oxidações da pele provocadas pelos raios ultravioleta.

Os flavonoides também reduzem o envelhecimento celular. Por esse motivo, o chocolate é utilizado em massagens, máscaras e alguns cosméticos.

– Prevenção de pré-eclâmpsia (hipertensão na gravidez)

Pesquisadores da Unversidade Yale comprovaram que o composto teobromina, encontrado no chocolate amargo, pode ajudar a prevenir a pré-eclâmpsia, um tipo de hipertensão encontrado em mulheres grávidas que pode ter consequências graves para a saúde da mãe e do seu bebê.

No estudo, mulheres grávidas que consumiram doses moderadas de chocolate ao menos 5 vezes por semana, reduziram em 40% o risco de sofrer do problema.

Os benefícios do chocolate

O magnésio contido no chocolate é importante para os nervos e músculos, além de ajudar a evitar a formação de pedras na vesícula e nos rins.

O ferro pode ajudar a evitar a anemia e as fibras ajudam a melhorar o funcionamento do intestino.

Por último, a cafeína do chocolate ajuda a estimular o sistema nervoso central, melhorando a concentração e energia.



Esperamos que tenha gostado destas informações sobre os benefícios do chocolate amargo

Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0

Deixe o seu comentário

ATENÇÃO: antes de enviar a sua pergunta ou comentário, leia atentamente nossa Política de Comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *