A alimentação funcional pode prevenir doenças

(Atualizado: 03/06/2017)

Há alimentos naturais muito poderosos que fazem parte da chamada alimentação funcional. Estas verdadeiras dádivas da natureza, além de nos nutrir, são capazes de prevenir várias doenças e transtornos, tais como a hipertensão, a diabetes, os problemas cardiovasculares e até o câncer.

Ou seja, se os incluímos na nossa dieta diária, podemos melhorar a saúde e ter uma qualidade de vida bem melhor.

Contudo, é bom prestar atenção à forma de consumo, que deve ser regular e moderada, e ao seu modo de preparo, com o qual devemos tentar preservar todas as substâncias ativas que estes alimentos contêm.

Conheça os benefícios da alimentação funcional

alimentação funcionalA seguir lhe apresentamos alguns dos mais tradicionais alimentos funcionais, com as principais propriedades que garantem poderosos benefícios à saúde.

Os cereais integrais

Aveia, centeio, cevada e quinoa, entre outros.

Seus principais componentes ativos são as fibras solúveis e insolúveis.

Os mencionados componentes, que também podemos encontrá-los nas leguminosas (como soja, feijão e ervilha), hortaliças com talos e frutas com casca, melhoram o trânsito intestinal, controlam os níveis de glicose no sangue e dão maior saciedade.

Por outro lado, ajudam a prevenir o câncer de intestino e de cólon, a diabetes e a obesidade.

A aveia, em particular, consegue ainda ajudar a reduzir os níveis do colesterol ruim (o LDL). Por esse motivo, recebeu do FDA, o órgão norte-americano de controle de alimentos e remédios, o selo de alimento redutor do risco de doenças cardíacas. 

A dose mínima recomendada é de 4 colheres de sopa por dia.

A soja e os derivados

Tofu, leite, farinha e o pó de proteína.

Os componentes ativos são as isoflavonas e a proteína da soja.

A isoflavona é um fito-hormônio que tem ação estrogênica e é capaz de prevenir a osteoporose e amenizar os sintomas de quem está na menopausa. Por outro lado, ajuda a prevenir o câncer de mama e o de cólon.

Com relação à proteína da soja, é ótima para reduzir os níveis do LDL, diminuindo os riscos de doenças cardiovasculares.

A dose mínima recomendada é de 50 g do grão por dia, ou seja, o equivalente a duas xícaras de chá.

As frutas cítricas

Laranja e tangerina, entre outras.

Os principais componentes ativos são os flavonoides.

Estas substâncias também estão presentes na soja, no tomate, pimentão, alcachofra, cereja e a salsa. Tem uma importante ação vasodilatadora, anti-inflamatória, antioxidante e anticâncer.

A dose mínima recomendada é de duas frutas com bagaço ou um copo de suco por dia.

O chá verde

Os principais componentes ativos são as catequinas.

Estas substâncias, que podemos encontrar em outros alimentos como as cerejas, framboesas, uva roxa e vinho tinto, fortalecem o sistema imunológico, reduzem o colesterol ruim e minimizam a incidência de vários tumores malignos, entre eles o de boca, pulmão e mama.

A dose recomendada é de duas a quatro xícaras por dia.

O alho

Os principais componentes ativos são os sulfetos alílicos.

Estes componentes, que também estão presentes na cebola, reduzem os níveis do LDL e normalizam a pressão arterial. Por outro lado, fortalecem o sistema imunológico e reduzem o risco de câncer gástrico.

A dose recomendada é de dois dentes, três vezes por semana.

=> Os alimentos funcionais industrializados

CUIDADO! Nas prateleiras dos supermercados é possível encontrar muitas opções de produtos industrializados que alegam ter propriedades funcionais.

No entanto, é necessário prestar muita atenção aos rótulos dos mesmos.

• Muitos desses alimentos podem não ter as quantidades suficientes de nutrientes adicionados que façam uma real diferença à saúde. Por outro lado, às vezes contêm ingredientes que não são saudáveis. Uma manteiga com fibras, por exemplo, poderá ter gorduras saturadas em excesso e isso não é nada saudável, muito pelo contrário.

• Todo alimento, para ser funcional, deve ser seguro para o consumo sem supervisão médica, além de não apresentar contraindicações nem reações adversas. Por outro lado, a eficácia e segurança oferecidas devem ter o respaldo de estudos científicos.

Como você viu, todos podemos nos beneficiar com uma dieta saudável que inclua alimentos funcionais. Comece a fazer isso a partir de hoje e com toda certeza a sua qualidade de vida mudará para melhor.

Bem isso foi tudo por hoje, esperamos que estas informações sobre a alimentação funcional sejam de bastante utilidade para você.

Gostou deste artigo? Ajude-nos a divulgá-lo:
Loading...

Deixe aqui a sua pergunta ou comentário:

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *