A dieta completa

Como podemos ter uma dieta completa considerando as carências da nossa alimentação moderna?

Antes de dar a resposta a esta questão, precisamos esclarecer que o termo “dieta” não se refere exclusivamente a um cardápio com restrição de calorias de um programa qualquer para emagrecer.




Popularmente, o termo tem sido erroneamente associado com a prática de restringir a ingestão de alimentos por uma certa quantidade de dias para perder ou manter um determinado peso corporal. Nada mais errado.

Uma dieta é o conjunto de alimentos que são fornecidos ao organismo em um período de 24 horas, independentemente de haver coberto ou não as necessidades básicas de manutenção do mesmo.

A dieta completaEm definitiva, trata-se do total de nutrientes que são absorvidos a partir da ingestão habitual de alimentos.

Já uma dieta equilibrada é aquela composta de alimentos que fornecem uma quantidade adequada de todos e cada um dos nutrientes que precisamos para termos uma ótima saúde.

No geral, deve ser variada, colorida e contar principalmente com produtos frescos e sazonais.

Alimentos x Suplementos

Já faz certo tempo que existe uma relação controversa entre alimentos e suplementos.




Por um lado, os produtores de alimentos alegam que seus produtos fornecem todos os nutrientes necessários nas porções diárias dos grupos de alimentos básicos.

No entanto, conforme a ciência nutricional vai avançando, fica claro que a oferta de alimentos modernos, da maneira como os consumimos hoje, não nos proporciona uma dieta ideal.

As recomendações das dietas são feitas tentando fornecer uma abordagem integrada da nutrição através dos alimentos.

Por outro lado, os suplementos alimentares são, algumas vezes, recomendados sem levar em conta a natureza da dieta. Ou seja, em alguns casos se parte do pressuposto que eles oferecem benefícios com qualquer tipo de dieta.

Mas os dados de estudos científicos não corroboram com essa visão…

Muitos desequilíbrios nutricionais permanecem em silêncio por muitos anos e só se tornam evidentes quando seu papel nas doenças crônicas é descoberto.




A ingestão ideal de nutrientes, vitaminas, minerais e fitonutrientes antioxidantes só pode vir de uma combinação de dieta normal e suplementos.

Enquanto o conselho habitual é tentar obter, em primeiro lugar, seus nutrientes a partir dos alimentos, na prática isto significa simplesmente que você deve tentar ter uma dieta saudável.

Os desafios nutricionais da nossa alimentação

A capacidade da maioria dos consumidores para controlar sua ingestão de nutrientes importantes como vitaminas, minerais e fitonutrientes a partir dos alimentos é muito pequena.

Isto acontece por vários motivos e no geral se refere aos desafios da alimentação moderna.

Em primeiro lugar, é de público conhecimento que a produção atual de alimentos em massa tem reduzido as propriedades nutricionais dos mesmos.

Com relação aos alimentos ‘naturais’, a quantidade de defensivos agrícolas e agrotóxicos utilizados na sua produção está prejudicando a sua qualidade.

Além demais, devido à produção em grande escala, o solo está ficando cada vez mais empobrecido de nutrientes e não se lhe oferece o tempo necessário para a sua recuperação entre uma safra e a seguinte.

O monocultivo também pode ser considerado um dos grandes responsáveis por este empobrecimento do solo.

Isso sem falar de que, devido às grandes distâncias que estes alimentos devem enfrentar para chegar até o consumidor, a colheita deve ser efetuada muito antes do tempo.

Posteriormente são amadurecidos de forma artificial ou simplesmente são vendidos verdes ao consumidor final.

Isto significa que o seu poder nutricional se ve altamente prejudicado, já que não dispõem do tempo necessário para captar do solo os nutrientes que normalmente receberiam até amadurecerem no seu próprio pé.

Já no caso dos alimentos processados, a quantidade de quimicos utilizados na sua produção e o processo de refinamento a que muitos deles são submetidos, retirando os melhores nutrientes que contêm para apenas melhorar o sabor, os transforma práticamente em alimentos “vazios”, com um alto conteúdo de calorias e baixíssimo poder nutricional.

Como deve ser uma dieta completa

Uma abordagem integrada para a nutrição irá inserí-lo nos conteúdos básicos de uma dieta completa levando em conta alimentos e suplementos.

Uma dieta para ser considerada completa deve incluir:

– proteína adequada de alta qualidade;

– gorduras e óleos saudáveis;

– carboidratos provenientes de frutas e legumes, que trazem fibras, vitaminas, minerais e antioxidantes.

Os suplementos desempenham um papel importante, reforçando o que está faltando na dieta, pois proporcionam o aumento da quantidade de nutrientes com benefícios à saúde que seria impossível obter através dos alimentos atualmente disponíveis.

Além demais, ajudam a desenvolver um comportamento saudável, que reforça uma dieta equilibrada e uma vida ativa.

Uma abordagem integrada da nutrição não significa separar os alimentos para encontrar o ingrediente ativo. Significa sim reunir os muitos nutrientes diferentes que interagem em nossos corpos para proporcionar benefícios à nossa saúde.



Bem, isso foi tudo por hoje, esperamos que estas informações sobre a dieta completa lhe sejam de bastante utilidade.

Gostou deste post? Compartilhe-o com seus amigos:
Share on Facebook0Tweet about this on TwitterShare on Google+0Pin on Pinterest0
2 Comentários

Deixe o seu comentário

ATENÇÃO: antes de enviar a sua pergunta ou comentário, leia atentamente nossa Política de Comentários.

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *